domingo, 10 de abril de 2011

Não sei se choro ou se dou risada.

Ontem, estávamos eu e o digníssimo passeando pelo Salvador Norte Shopping, o mais novo shopping da cidade. Fomos conhecer e comprar os ovos de páscoa das "crianças". Lá, em meio a todo tipo de chocolate, na Lojas Americanas, uma voz soa no alto-falante:
- "CeRulares desbRoqueados blá blá blá"
Na hora, comentei sobre o fato inusitado. Nããããão, não é pq sou sociolinguista que vou achar que está tudo bem uma pessoa falar assim ao microfone. Tem o lance da adequação, sabe? E não é nada adequado a uma empresa a frase que ela disse logo em seguida.
- "Senhores cRientes..."
Tudo bem que se fale o tempo todo em inclusão social, mas pq não deram a ela outra tarefa?
Quando tudo parecia já ter acontecido, ela começou a falar dos ovos de páscoa:
- "Diamante Negro, número 15, apenas (e gaguejou...) quinhentos reais e noventa e nove centavos! "
E repetiu, repetiu incansavelmente. Oi? O ovo era quinze e noventa e nove, mas ela não via e repetia.

Naturalmente, tive uma crise de risos cheguei à conclusão que ela não tomou o re´medinho no café da manhã e que a Americanas contrata todo tipo de doido. #prontofalei

3 comentários:

Leo disse...

poxa, quinhentos reais por um diamante negro?!?! e depois dizem que não tem inflação no Brasil! hehehehe

Renata Soares disse...

morri de rir aqui. Já fui lendo e repetindo, tentando imitar a desafortunada hahaha
bjas!

Rafa Guerra disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Intolerável! Não o fato dela falar assim e não saber ler, mas o fato da loja não dar a mínima importância aos clientes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...