segunda-feira, 14 de março de 2011

Vírgulas, um tormento

Estou em sala, aplicando prova final, mas acaba de acontecer um fato e quero contar a vcs...
Uma aluna de nível universitário, toda singela, veio me dizer que eu sempre aponto falhas na pontuação dela e que ela queria saber como se usa a vírgula. Antes que eu dissesse qualquer coisa, ela quis esclarecer qual a sua "técnica"´para pontuar: sempre que paro para respirar, ponho vírgula.
Imaginem só se o usa da vírgula tivesse a ver com a capacidade pulmonar do indivíduo! Um texto de um asmático seria um emaranhado de vírgulas.
Educadamente, como a minha profissão exige de mim, me pus a explicar. "Vc confundiu as coisas que a pró te disse lá no primário. Ela disse para parar para respirar quando tivesse uma vírgula, e vc entendeu o contrário. O uso de vírgulas é regulado por questões sintáticas etc etc". Citei exemplos, falei em elementos essenciais da oração e blá blá blá, como se ela estivesse entende tudinho. Quando acabei, ela me olhou e perguntou "Sim, mas como mesmo que eu vou usar as vírgulas?"

A resposta, deixo que vcs mesmo pensem...
Aff, jisius, me salva disso!

9 comentários:

Tigre disse...

Puxa, eu te entendo! Bah, como te entendo!

Minha solidariedade, colega...

Rafa Guerra disse...

Eu tenho muita dificuldade com vírgula e pontuação de modo geral :(

Leo disse...

eu tinha um colega no colégio que usava a mesma estratégia... hehehe

Mellanie Reis disse...

gostei do blog é um imenso prazer lhe fazer uma visita ,vc escreve bem ,ja to te seguindo
beijos
se quiser fazer uma visita
http://gtendencia.blogspot.com/

Clark disse...

Não, ela não confundiu. TODOS os meus professores me disseram que vírgula — de uma forma ou de outra — era para colocar vírgula quando a pessoa fizesse pausa para respirar.

É por isso que é a primeira coisa que eu dizia quando eu dava aula de vírgula: “o professor de português mentiu para vocês”.

Rafa Guerra disse...

Se alguém puder me dar uma aula sobre vírgula, agradeço!

Vida disse...

Rafa, vc conhece as funções sintáticas, então é bem fácil aprender as regras de pontuação. Difícil é ensinar a quem nem sabe o que é um sujeito...

Renata Soares disse...

E explicar tudo falando pro indivíduio enquanto temos a certeza de que ele está te olhando em trase profundo sem ouvir uma palavra se quer...
PS. Me divirto com os comentários daqui!
bjas!

Rafa Guerra disse...

Acredito q não seja tão difícil mesmo hehehehe. Digamos q eu esteja no nível avançado... Mas, realmente, tenho dificuldade c/ pontuação. Outra coisa é este/esse. É um inferno!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...