quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Vamos falar sobre sexo?

Ontem eu estava pesnando: pq a vida sexual dos outros interessa tanto a alguns? Por que essa necessidade de julgar o que cada um escolhe para si? Pensei nisso após ouvir uma conversa sobre a opção ou orientação sexual de uma pessoa. Juro que não consigo entender em que a vida sexual de alguém pode afetar as demais coisas que ela faz.
Por exemplo, quando eu digo que gosto do cantor "tal", sempre vem alguém dizer "Mas ele é gay."  E eu sempre respondo "Mas não quero que ele me coma, que só curtir sua música". Penso, penso e não consigo digerir essa necessidade de se importar tanto com o que cada um faz entre quatro paredes. E reagir violentamente a isso é ainda mais difícil para a minha cabecinha entender... Acho tão pequeno, tão mesquinho.

Sim, vou fazer um "post com tudo dentro" para falar de tudo que tenho vontade, ok?
A sigla GLS (já ultrapassada) sempre me intrigou. O "S" é de simpatizante, correto? Mas o que exatamente é ser simpatizante? É não ter preconceitos e conviver tranquilamento com os homossexuais? Ou ser simpatizante é aquela pessoa que não se decide, mas que curte a relação homo? Juro que tô perguntando pq não sei... Se for a primeira opção, sou mesmo simpatizante, tenho vários amigos gays, amo sua companhia, curto baladinhas gays, mas sou hetero. Amigos, me ajudem a saber o que é esse tal "S".

E para piorar, descendo as escada da faculdade, dei de cara com um cartaz que deixou ainda mais confusa, um cartaz que exige muita, mas muita leitura para conseguir enteder o que é cada letrinha daquelas. É o seguinte, lá falava que a sigla agora é LGBTTTI. Posso com tanta letras? Afff! Vou ver se lembro: Lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis, transgêneros e intersexo. Agora pensem, se o "S" já me era uma dúvida, imaginem os transgêneros e intersexos?

7 comentários:

Clark disse...

A nova sigla agora é LGBTTT — Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros.

Especificamente começando com um “L”, porque achavam que colocar o “G” na frente era um ato de “preconceito” e “discriminação” com as lésbicas... (sic)

Vida disse...

Mas Clark, eu vi no cartaz que tinha esse "I" tb...

Clark disse...

Um “i”? Sério? O que seria “i”?

Vida disse...

Lá dizia intersexo, mas não sei o que é isso?

Leo disse...

sinceramente, acho que esse bando de siglas ajuda bastante a fomentar a curiosidade E o preconceito. pra que tanta especificação? afinal não é tudo gente? se a idéia é que não interessa o que as pessoas fazem entre quatro paredes, por que diferenciar entre travestis, transexuais, transgêneros, etc?

Clark disse...

Porque gays não gostam de lésbicas; lésbicas não gostam de gilletess; gays ativos menosprezam gays passivos (por ilógico que pareça); gays e lésbicas não vão com a cara de travestis; e travestis desconfiam de transexuais. E o Green Peace não gosta de trangênicos.

Rafa Guerra disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...